Startup in School, realização do Google e CPS, chega à semifinal online

Votação vai de 18 de setembro até 2 de outubro

São Paulo, 15 de setembro de 2017 – O Startup in School, programa de iniciação em empreendedorismo tecnológico para alunos do ensino técnico, realizado pelo Centro Paula Souza (CPS) em parceria com a consultoria Ideias de Futuro e o Google, chega à sua segunda etapa: a semifinal online.

Oito aplicativos criados pelos alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) de São Paulo foram escolhidos para esta fase, da qual serão escolhidos quatro finalistas. O período de votação dos pitches elaborados pelos grupos e disponibilizados no Canal da Ideias de Futuro no YouTube, vai de 18 de setembro a 2 de outubro.

A grande final ocorre no dia 24 de outubro, quando os grupos finalistas participarão de palestras e atividades do DayCamp – realizado no Campus São Paulo, o espaço do Google para empreendedores. Ao final, apresentarão seus projetos para a banca de jurados especiais, que definirão os vencedores.

O Startup in School é uma parceria entre o Google, a consultoria Ideias de Futuro e o Centro Paula Souza (CPS). Nele, oito Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) de São Paulo participaram de uma seletiva na qual os estudantes precisam criar um aplicativo de impacto social.

Marcelo Lacerda, diretor de relações governamentais do Google, explica que “o Startup in School dá aos alunos uma nova dimensão do que é ter um trabalho. Você pode ser dono do seu próprio negócio, você pode inventar o seu próprio negócio. Isso tem tudo a ver com a história do Google”.

Na primeira etapa das atividades, os participantes tiveram o  desafio de desenvolver novos produtos, analisar o público-alvo e fazer a concepção do protótipo de um aplicativo utilizando a metodologia Design Sprint, criada pelo Google. Os estudantes também participam de uma oficina de programação e estruturam um modelo de negócios para viabilizar o aplicativo.

Realidade da programação

A edição 2016 envolveu dez escolas e mais de 500 alunos participaram do programa. Os grupos vencedores foram Walp, da Etec de São Caetano do Sul, que tem como objetivo conectar ONGs com pessoas do entorno que desejam ajudar. O Do2Gether (Etec Dra. Ruth Cardoso) que pretende reunir pessoas desconhecidas para a prática de esporte. E o SOS Fácil, da Etec Sebrae, que é um dispositivo para facilitar o acesso de serviços de emergência pelo celular para idosos que moram sozinhos.

Vanessa Romera, do Walp, já passou pela fase de mentoria do projeto, e comentou o impacto do programa na sua vida. “Eu aprendi que é só correr atrás. Me motivou a estudar mais, me aproximou da realidade da programação e a ter visão do todo”, conta Vanessa, sobre a experiência.

Mais informações para a imprensa:

Google – Paulo Rodrigues – google@ketchumbrasil.com – 5090-8900

Ideias de Futuro – Felipe Madureira – felipe.madureira@iaebrasil.com.br – 949 727 910

Centro Paula Souza – Juliane Freitas – imprensa@cps.sp.gov.br – 3324-3356